Radio Clamor Urgente
RADIO CLAMOR URGENTE
MAPA DO SITE RÁDIO NOMES BÍBLICOS PASTOR LOURIVAL
NOSSO APLICATIVO ESCOLA DOMINICAL BÍBLIA PASTOR DARIO

A CONVERSÃO DE SAULO

Lição 7 - A Conversão de Saulo

Lições Bíblicas do 4º trimestre de 2019 - CPAD - Classe: Jovens - Data da Aula: 17 de Novembro de 2019.

TEXTO DO DIA

"E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues?"  (At 9.4)

SÍNTESE

A conversão de Saulo foi um dos acontecimentos mais importantes da história do Cristianismo, pois ele foi o vaso escolhido para levar o Evangelho aos gentios.

Agenda de leitura

SEGUNDA - 1 Tm 2.4 Deus deseja salvar a todos os homens
TERÇA - Ef 2.8 Somos salvos pela graça por meio da fé
QUARTA - Cl 1.13 Deus nos tirou do reino das trevas para o Reino do seu Filho
QUINTA - Mt 28.19 A importância de fazermos discípulos
SEXTA - Rm 12.2 Buscando a boa, perfeita e agradável vontade de Deus
SÁBADO - Hb 13.21 Aperfeiçoado em toda boa obra

Objetivos

I - EXPLICAR como seu deu o encontro inesperado de Saulo com Jesus;
II - ANALISAR a importância de Ananias no episódio da conversão de Saulo;
III - CONSCIENTIZAR de que é Deus quem muda nossos planos e que devemos buscar a sua vontade.

Interação
Muitas vezes, nos envolvemos tanto com o plano de aula que corrermos o risco de não priorizar a oração e de não cuidar da nossa saúde física e emocional. Nunca podemos nos esquecer de que precisamos cuidar de nós mesmos antes de cuidar dos outros. Nossa experiência e comunhão com Deus deve ser o centro norteador de nosso ministério. Paulo adverte o jovem obreiro Timóteo para que ele cuide dele mesmo e da doutrina do Senhor (1 Tm 4.16). No livro de Atos, que estamos estudando, Paulo fala aos obreiros da igreja de Éfeso para eles cuidarem deles antes de cuidarem de todo o rebanho (At 20.28). Podemos ser tentados a cuidar de tanta gente, esquecendo de cuidar de nós e até de nossa família. Além disso, precisamos ser cumpridores da Palavra que ensinamos. Esdras vai nos dar a sequência correta do ensino quando prepara seu coração para buscar a Lei do Senhor e para cumprir, somente depois para ensinar (Ed 7.10). Que Deus nos ajude a sempre termos o foco correto em nossas vidas e ministérios.

Orientação Pedagógica

Um dos personagens de maior destaque no livro de Atos é o apóstolo Paulo. Embora não tenha tido o privilégio dos outros apóstolos que conviveram diretamente com Jesus, ele teve um encontro com o Salvador e uma chamada que marcaram profundamente sua vida. Podemos dizer que Paulo foi essencial para a expansão da Igreja e o grande defensor do cristianismo. Suas Cartas não só marcaram os crentes do primeiro século, mas continuam vivas como Palavra de Deus. Nessa aula vale à pena trazer um pouco mais de informações a respeito de Paulo - sua origem, qualificações, início de ministério, viagens e legado. É interessante os alunos saberem mais sobre ele e destacar como foi importante sua conversão para a igreja do primeiro século - assunto da aula de hoje.

Texto bíblico


Atos 9.1-18

1 - E Saulo, respirando ainda ameaças e mortes contra os discípulos do Senhor, dirigiu-se ao sumo sacerdote
2
e pediu-lhe cartas para Damasco, para as sinagogas, a fim de que, se encontrasse alguns daquela seita, quer homens, quer mulheres, os conduzisse presos a Jerusalém.
3
E, indo no caminho, aconteceu que, chegando perto de Damasco, subitamente o cercou um resplendor de luz do céu.
4
E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues?
5
E ele disse: Quem és, Senhor? E disse o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues. Duro é para ti recalcitrar contra os aguilhões.
6
E ele, tremendo e atônito, disse: Senhor, que queres que faça? E disse-lhe o Senhor: Levanta-te e entra na cidade, e lá te será dito o que te convém fazer.
7
E os varões, que iam com ele, pararam espantados, ouvindo a voz, mas não vendo ninguém.
8
E Saulo levantou-se da terra e, abrindo os olhos, não via a ninguém. E, guiando-o pela mão, o conduziram a Damasco.
9
E esteve três dias sem ver, e não comeu, nem bebeu.
10
E havia em Damasco um certo discípulo chamado Ananias. E disse-lhe o Senhor em visão: Ananias! E ele respondeu: Eis-me aqui, Senhor!
 11
E disse-lhe o Senhor: Levanta-te, e vai à rua chamada Direita, e pergunta em casa de Judas por um homem de Tarso chamado Saulo; pois eis que ele está orando;
12
e numa visão ele viu que entrava um homem chamado Ananias e punha sobre ele a mão, para que tornasse a ver.
13
E respondeu Ananias: Senhor, de muitos ouvi acerca deste homem, quantos males tem feito aos teus santos em Jerusalém;
14
e aqui tem poder dos principais dos sacerdotes para prender a todos os que invocam o teu nome.
15
Disse-lhe, porém, o Senhor: Vai, porque este é para mim um vaso escolhido para levar o meu nome diante dos gentios, e dos reis, e dos filhos de Israel.
16
E eu lhe mostrarei quanto deve padecer pelo meu nome.
17
E Ananias foi, e entrou na casa, e, impondo-lhe as mãos, disse: Irmão Saulo, o Senhor Jesus, que te apareceu no caminho por onde vinhas, me enviou, para que tornes a ver e sejas cheio do Espírito Santo.
18
E logo lhe caíram dos olhos como que umas escamas, e recuperou a vista; e, levantando-se, foi batizado.

INTRODUÇÃO

Encontramos, registrado no capítulo nove do livro de Atos, a conversão daquele que seria o grande apóstolo dos gentios. Uma conversão, na qual o próprio Senhor encontra Saulo no caminho para onde ele estava indo prender os crentes. Esse encontro marcante com o Filho de Deus fez com que Saulo caísse ao chão. Saulo caiu na presença de Jesus Cristo e ali começou um processo de transformação em sua vida.

I - UM ENCONTRO INESPERADO NO CAMINHO

1. Um Saulo ameaçador.
Vemos neste episódio o Saulo que anteriormente havia consentindo na morte de Estêvão (At 8.1) e que respirava ameaças de morte contra os discípulos do Senhor (At 9.1). Saulo castigava os crentes e obrigava-os a blasfemar. Ele dedicava a sua vida à perseguição dos crentes. Era um hálito de ódio e brutalidade. A fama das crueldades de Saulo percorreu as cidades e o transformou em um monstro para a comunidade cristã. E para dar mais eficácia ao alcance de sua repressão, obtém das autoridades religiosas autorização para perseguir os crentes de cidades fora da Judeia.
 
2. Perseguindo Jesus.
No caminho para a cidade de Damasco, Saulo foi surpreendido por um resplendor de luz do céu que fez com que ele caísse por terra. E Jesus pergunta-lhe: "Saulo, Saulo, por que me persegues?" (At 9.4). No entanto, Saulo parecia não estar perseguindo Jesus, mas os cristãos que estavam em Damasco. Aqui encontramos uma profunda ligação entre Cristo e a Igreja, pois a perseguição de Saulo aos cristãos era uma perseguição à pessoa de Jesus Cristo. Perseguir a Igreja é perseguir o próprio Jesus. É motivo de consolo para nós saber que Jesus toma para si todas as nossas dores, injustiças e sofrimentos. Depois de sua conversão, o Saulo que foi transformado em Paulo vai falar aos crentes de Efésios que Cristo ama tanto sua Igreja que se entregou por ela (Ef 5.25). Isso nos mostra que devemos tratar a Igreja do Senhor com respeito e honra por ser a noiva escolhida, purificada e protegida de nosso Senhor Jesus, que um dia virá buscá-la (Ap 19.7).

3. Mudança de planos.
Saulo tinha um plano traçado e cartas do sumo sacerdote, dando-lhe a permissão de ir às sinagogas de Damasco. Nesta cidade, seu objetivo era de que se encontrasse alguns da "seita" dos cristãos, levá-los-ia presos à Jerusalém. No entanto, no versículo três, diz que subitamente o cercou um resplendor de luz do céu. Da escuridão do ódio, Saulo é envolvido pela luz do céu. Da postura soberba, ao chão. De alguém que só ouvia a respeito da aprovação dos seus atos, o Senhor dos senhores questiona suas atitudes. De valente a tremulo e atônito, ele pergunta: "Senhor, que queres que faça" (v. 6). Onde está aquele Saulo com seu plano autoritário e violento? Um encontro com Jesus faz mudar o mais vil pecador
)

Pense
Será que, para nós, certas pessoas não têm salvação?

Ponto Importante
O exemplo de Saulo nos mostra que não há pecador tão mal que não possa ser alvo da graça de Deus.
 
II - A VISITA DE ANANIAS

1. Um homem piedoso.
Em Damasco, havia um discípulo chamado Ananias, um homem piedoso conforme a lei, tendo bom testemunho de todos os judeus que moravam ali (At 22.12). Quando o Senhor lhe aparece numa visão chamando seu nome, ele prontamente responde: "Eis-me aqui, Senhor!" (At 9.10). Então o Senhor ordenou que Ananias fosse a um determinado endereço. O comentarista bíblico Faucett afirma "que é extraordinário o fato de Ananias, a quem Saulo teria detido para ser encarcerado e morto, ter sido o instrumento para restaurar-lhe luz e vida".

2. A desconfiança de Ananias.
Embora Ananias tenha prontamente se colocado à disposição do Senhor, isso não evitou sua desconfiança em relação a real mudança de Saulo. Ele estava bem informado a respeito de Saulo e de todos os males que ele havia feito entre os crentes, especialmente contra aqueles que haviam fugido de Jerusalém para outras cidades. Sua avaliação era humana, pois não sabia que ele era um escolhido de Deus e que já estava sendo transformado naquele que seria o grande apóstolo dos gentios. Ananias não estava fugindo de sua missão, mas apenas sendo cauteloso, pois se tratava do temido e terrível Saulo. Muitas vezes agimos como Ananias, pois fazemos uma avaliação meramente humana e desconfiamos de pessoas que estão sendo profundamente trabalhadas e transformadas pelo Senhor. Se Deus mandar você cuidar de determinadas pessoas, por mais problemáticas que possam ser, tenha a certeza de que Ele irá com você e seu plano será uma bênção.

3. O plano de Deus para Saulo.
Saulo tinha um plano, mas Deus tinha outro. O plano de Saulo era ir a Damasco prender os crentes, mas o de Deus era que ele fosse libertar pessoas das garras do Diabo. Seu plano era usar de violência, mas o de Deus era que ele fosse o autor de uma das mais belas descrições de amor e de como precisamos viver em amor (1 Co 13). O plano de Saulo era viver na sua soberba religiosa, fazendo os outros sofrerem, mas o de Deus era que ele se tornasse servo de Cristo e viesse a sofrer pelo Evangelho (Rm 1.1; Tt 1.1).

O plano de Deus para Saulo era que ele levasse o Evangelho aos gentios, reis e filhos de Israel (v. 15). É maravilhoso saber que Deus se interessa, de forma individual por cada pessoa. O Senhor tem uma missão específica para cada um e precisamos sempre buscar sua vontade para as nossas vidas (Rm 12.2)

Pense
Você está de fato buscando a vontade de Deus para sua vida?

Ponto Importante
Com a agitação dos dias atuais, podemos facilmente perder o foco e concentrar todos os esforços em nós mesmos, esquecendo de dar prioridade ao Reino de Deus (Mt 6.33).

III - UM NOVO TEMPO DE DEUS PARA SAULO

1. A acolhida de Ananias.
Após Deus ter assegurado a Ananias de que Saulo era um vaso escolhido para uma missão, o perseguido foi até ao ex-perseguidor e, entrando na casa onde este estava, impôs sobre ele as mãos e diz: "Irmão Saulo" (v.17).  Tal afirmação demonstra que Ananias já havia reconhecido a Saulo como um crente. De inimigo a irmão em Cristo. Que nunca venhamos a menosprezar o valor de ser um "irmão" ou "irmã" em Cristo. Ananias acolheu Saulo impondo-lhe as mãos, orando para que recuperasse  a visão e fosse cheio do Espírito do Santo.

2. Abrem-se os olhos de Saulo.
Após Ananias ter imposto as mãos sobre Saulo e feito o que o Senhor lhe havia mandado fazer, imediatamente lhe caíram dos olhos como que umas escamas (At 9.18). Podemos ver que Saulo foi liberto de uma cegueira física temporária e de uma cegueira espiritual que há muito tempo o afetava. Ambas as curas foram milagres, porém a segunda foi um milagre ainda maior que o primeiro. É como aquele paralítico que foi descido pelos seus amigos até Jesus, e o Mestre disse-lhe que os seus pecados estavam perdoados. Para Jesus, a salvação da alma está em primeiro lugar (Mt 9.6). Somente o Senhor pode nos fazer compreender as coisas espirituais (1 Co 2.14). Na Carta aos Efésios, o próprio Paulo escreverá que agradecia a Deus por ele ter iluminado os olhos do seu entendimento (Ef 1.18).

3. Fortalecido no físico e no espírito.
O Senhor tem interesse em nos capacitar a fim de que sejamos usados na propagação do Evangelho. Além de perdoar os nossos pecados Ele deseja que tenhamos saúde espiritual, emocional e física para podermos exercer nossa missão com mais eficácia. Depois ter seus olhos abertos, Saulo se levantou, foi batizado e cheio do Espírito Santo. Saulo então se alimenta e se sente-fortalecido, pois precisamos cuidar do templo do Espírito Santo (1 Co 6.19). Paulo ficou com os discípulos na cidade de Damasco por alguns dias antes de começar seu ministério. É na comunhão com nossos irmãos que encontramos força, encorajamento e compaixão para cumprirmos o nosso chamado.

Pense
Você já experimentou o milagre da salvação e da transformação em Jesus Cristo em sua vida?

Ponto Importante
A cura física é um grande milagre, porém um dia todos terão de morrer; mas a salvação da alma tem um valor eterno, pois nos dá o direito de viver na glória para todo sempre com o Senhor.

SUBSÍDIO

"A Campanha Anticristã de Saulo
A igreja judaica havia sido estabelecida. O Evangelho já tinha alcançado Samaria. Logo Pedro abriria a porta da Igreja aos gentios. Alguém tinha, então, de levar o Evangelho 'até aos confins da terra'. Eis o homem certo: Saulo de Tarso. Não acompanhou Cristo na terra. Contudo, não era inferior aos primeiros discípulos quanto ao zelo, conhecimento, poder e trabalho. A vida e ministério de Paulo mostram que o Senhor escolheu o tipo de homem que a situação exigia. Segundo a orientação de Deus, ele faria a religião de Jesus ser uma religião para todos os homens.

1. Um líder religioso.
Saulo, provavelmente com 30 anos, era membro do Sinédrio, o concílio religioso judeu. O mesmo que condenou Jesus à morte. Isto é dado a entender pela posição que ocupava entre os judeus daquela época (Gl 1.14), e também pelo papel que desempenhou no processo de Estevão (At 7.58), inclusive seu voto lançado (At 22.20).

2. Um defensor zeloso.
Com energia característica, Saulo se dedicava à desarraigar o Cristianismo. Para ele, um movimento perigosíssimo. Provavelmente imaginasse ser 'do diabo'. Dizer que Jesus, crucificado após a condenação do Sinédrio como blasfemador, era o Messias e Filho de Deus seria o cúmulo de blasfêmia" (PEARLMAN, Myer. Atos: A Igreja Primitiva na Força e na Unção do Espírito. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2018, pp. 107-109).

CONCLUSÃO

É maravilhoso ver a forma como Deus transformou um homem, que era opositor dos cristãos, em um de seus maiores defensores. Somente Deus tem esse poder e ainda hoje Ele continua salvando pessoas. Ele perdoa, lava no sangue de Jesus e oferece um novo caminho para nossas vidas. Valorize sua experiência com Jesus Cristo como um presente precioso de sua vida.

HORA DA REVISÃO

1. O que Saulo estava fazendo no caminho para Damasco?
Ele estava a caminho de Damasco com autorização para prender os crentes e levá-los de volta a Jerusalém.

2. Saulo perseguia os crentes, mas Jesus lhe pergunta por que Ele o perseguia. Quem Saulo realmente perseguia?
Saulo perseguia a Igreja, mas Jesus diz para ele que perseguir os cristãos ou a Igreja é o mesmo que perseguir o próprio Cristo.

3. O que Deus ordenou que Saulo fizesse ainda ali no caminho de Damasco?
"Levanta-te e entra na cidade, e lá será dito o que convém fazer" (At 9.6).

4. Ananias tentou esquivar-se de sua missão ao questionar o Senhor a respeito de Saulo?
Não. Ele não sabia que Saulo já estava sendo transformado, e se utilizou de uma cautela natural para saber como seria seu primeiro contato com Saulo.

5. Por que é necessário estar no centro da vontade de Deus para as nossas vidas?
Porque somente estando no centro da vontade de Deus para as nossas vidas é que Ele cumprirá todos os seus planos para nós e em nós.


Fonte: CPAD

INDEX